Pular para o conteúdo

Criançada Ocupa o MAM

Matéria publicada na Tribuna de Minas, em 12 de outubro de 2006.

Quintal Cultural

Aproveitar que os colégios estão parados para fazer algo divertido é a ordem do dia. O divertimento não precisa, no entanto, andar separado do aprendizado e da cultura. Essa é a aposta do Museu de Arte Moderna Murilo Mendes (MAM), que esta semana alterou, excepcionalmente, a data do Quintal Cultural. O projeto, que normalmente ocorre aos domingos, acontece hoje à tarde, no jardim e auditório do museu, em um especial para o Dia das Crianças.

A criançada que quiser brincar de aprender e aprender brincando terá oficina de malabares com Arnaldo Delgado, de papel machê com Érika Senra, de retalho com Flávia Almeida e de origami com Sebastião Marasco. Seguindo política de manter vivo o espaço do museu, com constantes visitas de públicos de todas as idades, a faixa kids deste público vai poder, ainda, conhecer o acervo de arte moderna de Murilo Mendes e as exposições temporárias. Vai ter também uma oficina de arte infantil com Aline di Salvo, Waldilene Miranda, Kleiton, Juliane Oliveira e Selma Machado.

Para os mais quietinhos e concentrados, a exibição da animação “Poliedro: o resgate”, de Alessandro Driê, pode parecer mais apetecedora. Para os extrovertidos – ou simplesmente os que estiverem mais afim de umas risadas -, vai ter um palhaço por lá também. Um mural decorativo vai expor trabalhos produzidos nas oficinas de desenho e pintura anteriores, junto com velas do Pró-Idoso. Calma que os hiperativos não foram esquecidos. Uma cama elástica também será montada no jardim, para o deleite dos que querem chegar mais perto do céu. Quem quiser se arriscar pode tentar se equilibrar nas pernas de pau que vão estar disponíveis. E para a hora do lanche, vai ter serviço de bar.

Atrás das cortinas

Parece que está faltando alguma coisa? Sim, está. Dentre tantas formas diferentes de fazer arte, ficou faltando aquela apresentada sobre os palcos. Para completar a programação, o Grupo Pingos de Conto apresenta peça homônima, uma espécie de contação de histórias com textos de Rubem Alves, folclore brasileiro e cantigas de roda. Para as mamães, é bom saber que “Pingos de conto” é para todas as idades.

O elenco é formado por Fernando de Oliveira, Mariana de Oliveira, Vida Inácia, Nogueira da Silva, Dayana de Paula e Darciléia Silva, que também dirige o espetáculo. A direção musical é de Ronan Lobo, o cenário, de Kátia Simões, o figurino, de Joana Darck Talha, e Clara Luz fica no apoio. Não dá para esquecer que tudo isso é inteiramente gratuito. Corre para lá.

– Hoje, das 14h às 18h, no MAM (Rua Benjamin Constant 790 – Centro). Informações pelo site www.mam.ufjf.br ou pelo telefone 3229-9070.

Fonte: Tribuna de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.