Pular para o conteúdo

Lei Murilo Mendes – Curta “Poliedro” É Premiado no Festival de Cinema de Varginha

Matéria publicada na página da Prefeitura de Juiz de Fora, em 27 de novembro de 2006.

O curta “Poliedro – O Resgate”, de Alessandro Driê, foi premiado na categoria ET de Prata de Animação na quinta edição do Festival de Cinema de Varginha, realizado de 22 a 26 de novembro de 2006. A produção foi realizada por meio de recursos da Lei Murilo Mendes de Incentivo à Cultura, da administração Alberto Bejani e integrou a grade de programação em 2005 do Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora.

Além do incentivo da Prefeitura, o curta contou com o apoio da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF; do antigo Centro de Estudos Murilo Mendes e das pesquisadoras Marisa Timponi e Leila Barbosa. Em homenagem ao centenário de Murilo Mendes, a obra faz uma releitura da história da infância do escritor, quando o mesmo sonhava em ir para a China a cavalo. “É uma história infantil, contendo prosa em forma de poesia e vice-versa”, revela Driê. O objetivo, de acordo com o contemplado, é divulgar a obra de Murilo Mendes, além de incentivar a leitura e o gosto pela literatura local, indo ao encontro da Administração Alberto Bejani em promover a democratização de atividades culturais.

O 5º Festival de Cinema de Varginha corresponde a um dos maiores eventos culturais do Sul de Minas. A meta da iniciativa, que vem sendo trabalhada desde a primeira edição, é divulgar e promover a arte cinematográfica brasileira aos cidadãos do Sul de Minas. Para isto são realizados nove dias de evento aos cidadãos, para que os mesmos possam ter acesso à verdadeira identidade e cultura deste país e aos conhecimentos técnicos referentes às artes cinematográficas. Atores, cineastas e demais profissionais da área ministraram oficinas sobre diversos temas, incluindo as suas experiências profissionais, contribuindo assim com a divulgação dos conhecimentos teóricos e práticos que envolvem a Sétima Arte.

Ficha Técnica

Direção e Edição – Alessandro Driê
Produção e Argumento – Alessandro Driê, João Carlos F. Marques, Luis Carlos Torres “Kaizim”, Rubens Ragone “Rubim”
Roteiro – Alessandro Driê, João Carlos F. Marques
Músicas – Leo Bruno e remixes de Mozart e Bach
Vozes – Samir Hauaji
Animação – Alessandro Driê, João Carlos F.Marques, Carlos Ventura
Tratamento de Imagem e Cores – Alessandro Driê, Luis Carlos Torres “Kaizim”
Efeitos Especiais e Cenários Naturais – Rubens Ragone “Rubim”
Técnico de Som – Nilo Barreto Jr. (Caraíva Music)

Fonte: PJF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.